Principal
Publicações
Eu, Bookaholic
Semanário de um escritor
Fora...
Sobre nós
Contato
Apagão
Turista Acidentado
Filosofias de botequim
As aventuras do Capitão Glu-Glu
Aliens Anônimos
Rapidinhas do EUqueDISSE
Charges do EUquedisse
Histórias de Guerra
Procura-se Mãe de Pano
O espião Capítulo 6 – Parte X

O clima dentro do carro parecia mais leve. Simone tinha conseguido fazer Alex conversar com ela, ao menos um pouco. Aquilo significava algo, e ela sabia disso. Ele também parecia mais leve depois de ter cortado o cabelo. O que era bom, de alguma forma.

O que não significava que Alex deixaria de vigiá-la: De tempos em tempos, ele a mandava parar para que pudessem comer ou ao banheiro. Quando parava, ficava de olho em seus passos. Não deixaria Simone ter outra chance de fugir. Não facilmente.

Quando o dia estava já anoitecendo, Alex perguntou para ela: "Vamos procurar algum lugar para dormir?"

De alguma forma, a pergunta surpreendeu Simone, que achava que ele iria preferir que andassem até ela estar quase exausta. Ele deve ter notado seu estranhamento, pois completou:

"Amanhã acordaremos mais cedo. Vamos dirigir até chegar à fronteira."

Ela acenou com a cabeça e disse: "Assim que passarmos por algum hotel, eu paro."

E continuaram dirigindo até encontrar um lugar para parar.

(20092014 – publicado em 31012016)

Anterior
Pular 10 para trás
Índice
Pular 10 para frente
Próximo

EUqueDISSE 2014