Principal
Publicações
Eu, Bookaholic
Semanário de um escritor
Fora...
Sobre nós
Contato
Apagão
Turista Acidentado
Filosofias de botequim
As aventuras do Capitão Glu-Glu
Aliens Anônimos
Rapidinhas do EUqueDISSE
Charges do EUquedisse
Histórias de Guerra
Procura-se Mãe de Pano
Jack, O turista acidentado na copa – parte 3

O que vem depois de se conseguir as entradas para os jogos da copa? Claro, conseguir as passagens para os jogos! Afinal não basta ter o direito de poder entrar no jogo, tem que ter também a possibilidade física de fazer isso – AKA, estar na cidade onde o evento vai acontecer.

Mas isso nunca será um problema para Jack, o Turista Acidentado. Se há algo que ele é capaz de fazer facilmente é comprar passagens – sejam elas aéreas ou de ônibus. Sentado, no silêncio de seu lar, ele fez toda a programação de quais seriam os lugares onde deveria estar e os horários dos jogos e quais seriam os caminhos mais adequados para chegar. Feito isso, foi até a agência de turismo de sempre. Para já entrar no clima, foi até lá vestindo todos os apetrechos “brasileiros” possíveis: camiseta da seleção, chapéu, meias, sapatos e maquiagem verde e amarelo, bandeira... só deixou a vuvuzela em casa pois havia ouvido que isso não estava mais na moda para o campeonato desse ano.

E ao chegar à agência, olhos confusos. Olhos de quem se pergunta se a pessoa que miram enlouqueceu de vez ou é só impressão. Ou que têm certeza da resposta, mas temem que estejam certos.

“Quero comprar essas passagens, fazendo esse esquema de viagem. Está tudo descrito detalhadamente, só precisa fechar o plano.”

O atendente que deu o azar de pegar Jack olhou para o papel, olhou para Jack, rezou silenciosamente alguns terços – pois só uma junção enorme de diferentes tipos de reza num mesmo pacote o salvaria – e disse:

“Isso vai demorar um tempo, Jack, você sabe, né?”

“Claro! Posso esperar!”

“Façamos melhor, eu mando as informações que preciso para seu e-mail. E vemos como vamos fazer o pagamento.”

“Não posso já deixar pago?”

“Sem nem saber o valor? Claro que não!”

Uma semana depois, a agência tinha fechado – e Jack ficou sem seu roteiro (cópia única!) e sem as passagens....

(26022014)

Anterior
Pular 10 para trás
Índice
Pular 10 para frente
Próximo

EUqueDISSE 2014